Baratas!!

Baratas!!

Pleno sábado quente. Eu vendo televisão, pensando em que peça irei filar um gratuito. Companhia. Imagino que o vizinho do 1401, em baixo do meu, avisando que iria fazer muito mais barulho. O otário estava mexendo em um encanamento entupido. Atendo. Não era. Era a fabulosa do 503! Uma meninota de mais ou menos trinta … Continuar lendo

Avalie isto:

Uma noite mal dormida

Uma noite mal dormida

Para Amélia, sou uma piada enquanto para um mendigo, uma carteira. Para Bernarda, um desejo, como para pai: um prejuízo. Para Cintia, um demônio enquanto para a ex-noiva, uma vaga lembrança. Para Dinorá, meiguice como para o diretorzinho, obsoleto. Para Eunice, frágil enquanto para a vizinha, cruel. Para Fabiana, uma rocha como para o avô, … Continuar lendo

Avalie isto:

… um sábado à noite!

… um sábado à noite!

No terceiro tapa na cara descobri que ela tinha catorze anos com um metro e oitenta! Na segunda cotovelada, soube que o cara era o pai e ela era ele. Ou melhor: ela/ele era hermafrodita. Quando cuspi o meu canino, pensei: como não percebi? Queria somente de cachorrinho e na meia penumbra. Gostosinha, apertadinha. Dormi … Continuar lendo

Avalie isto: